Google

 

terça-feira, agosto 30, 2005

Les Manuscrits de la mer Morte



Título:
Les Manuscrits de la mer Morte

Autor: André Paul

Língua: Francês

Páginas: 332

Editor: Bayard Éditions, Paris

Ano: 2002

ISBN: 2-227-35021-0

Tamanho: 15 cm x 20,5 cm

Custo: 21,04 €


Livro a ser publicado em breve pelo INSTITUTO PIAGET




Este é um livro que aborda a problemática dos manuscritos do mar Morto, a sua descoberta, as hipóteses que se foram levantando ao longo do tempo, as suas relações tanto com a sociedade judaica do tempo como com o cristianismo nascente.


Numa linguagem acessível a qualquer leitor, mesmo o mais leigo, é um livro indispensável na biblioteca dos interessados.


Quanto ao autor:


André Paul nasceu em 1933 no coração histórico de Comminges. Doutor de Letras e de Teologia, diplomado em quatro línguas semitas, entre elas o hebraico e o aramaico, desenvolveu conjuntamente uma carreira de biblicista, historiador e editor. É autor de numerosas publicações sobre a sociedade judaica contemporânea de Jesus bem como sobre a constituição e interpretação da Bíblia. O sucesso da sua obra La Bible, na série para-escolar Repères pratiques Nathan, destinava-o a escrever esta síntese luminosa e indispensável obre os manuscritos do mar Morto.




Índice


Introdução


Capítulo 1. A Descoberta dos Documentos e a Sua Publicação

A rede das onze grutas de Qumran

A publicação dos manuscritos e as suas turbulências

A pré-história das descobertas do mar Morto

Os outros manuscritos do mar Morto

Síntese


Capítulo 2. A Grande Biblioteca de Qumran

O fundo diversificado dos livros bíblicos

Livros à maneira da Bíblia

Livros para uma comunidade santa

A datação dos documentos de Qumran

Síntese


Capítulo 3. O Estabelecimento de Qumran e os Seus Ocupantes

Os vestígios de um estabelecimento comunitário

Os essénios de Qumran e não só

A vida comunitária de Qumran

Síntese


Capítulo 4. Os Essénios Testemunhas Místicas do Judaísmo

Refundação e fronteiras étnicas de Israel

As grandes instituições da sociedade judaica

Riscos e perigos da modernidade grega

A resposta diversificada da sociedade judaica

Síntese


Capítulo 5. Os Textos de Qumran, Jesus e o Cristianismo

Jesus de Nazaré, o homem do Norte

A abertura literária do Novo Testamento

Grandes temas aparentemente comuns

Fórmulas ou temas literalmente próximas

Síntese


Conclusão

Um bemol sobre a palavra «essénio»


Agradecemos que deixe o seu comentário

8 Comments:

At 7:37 da tarde, Anonymous Anónimo said...

New comedy from HBO, but not much info yet
The TV show Thirtysomething popped into my head the other day. The thought didn't come out of nowhere.

Hello,

you got a quite interesting blog here. I really enjoyed reading here and think I'm
going to bookmark it.

My Page is a family travel related
site. Check it out.

 
At 7:55 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Hi, I was just blog surfing and found you! If you are interested, go see my floor related site. It isnt anything special but you may still find something of interest.

 
At 7:58 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Capturing the Minnesota State Fair online
It starts and ends with a photograph of a mustard-laden Pronto Pup, and in between, Brian Lebakken dutifully catalogs the eventful and not-so-eventful details of the Minnesota State Fair on his Web log.
Hey, you have a great blog here! I'm definitely going to bookmark you!

I have a how to become successful site/blog. It pretty much covers how to become successful related stuff.

Come and check it out if you get time :-)

 
At 9:53 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Tem este livro traduzido para a Língua Portuguesa ?

Have it´s book in Portuguese ?

 
At 1:55 da manhã, Blogger TRADUGAL said...

Ao Anónimo que perguntou se este livro se encontra em Português, informo de que foi recentemente traduzido. Para mais informações, pode deixar aqui a sua mensagem

 
At 12:48 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Bush is forever saying that democracies do not invade other countries and start wars. Well, he did just that. He invaded Iraq, started a war, and killed people. What do you think? Is killing thousands of innocent civilians okay when you are doing a little government makeover?
If ever there was ever a time in our nation's history that called for a change, this is it!
The more people that the government puts in jails, the safer we are told to think we are. The real terrorists are wherever they are, but they aren't living in a country with bars on the windows. We are.

 
At 8:34 da tarde, Anonymous Anónimo said...

NSU - 4efer, 5210 - rulez
[url=http://bk-magazin.com][/url]

 
At 1:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

http://www.site.com - [url=http://www.site.com]site[/url] site
site

 

Enviar um comentário

<< Home